Pedro Prostes da Fonseca

Pedro Prostes da Fonseca nasceu em Lisboa em 1962 e iniciou-se no jornalismo em 1988, na Agência Lusa. Colaborou no semanário Expresso e nas revistas SábadoSuperjovemPais & FilhosClube de Empresários Arquitectura e Construção. Editou as revistas Vela & Náutica Arquitectura e Vida. Chefiou a redação do jornal Meios & Publicidade e o Gabinete de Reportagem do grupo Impala. Foi coordenador no jornal 24horas e no semanário Sol. Como autor escreveu, no ano 2000, A História dos 4 Cantinhos (Paulinas); entre 2014 e 2016 A Porta para a LiberdadeO Assassino de Catarina EufémiaContra as Ordens de Salazar Sangue Suor e Lágrimas (Matéria-Prima); em 2017, Dona Branca — A Verdadeira História da Banqueira do Povo (Dream Editora); em 2018, Ziguezagues na Política (Saída de Emergência) e Vida de Prisão (Fundação Francisco Manuel dos Santos); em 2019, Os Maiores Sobressaltos em Portugal (Oficina do Livro).